Capital anuncia calendário esportivo sem Liga das Nações de Vôlei

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Campo Grande não contará com disputa internacional após anúncio de formato “bolha”

 

Final da Supercopa realizada em 2020 no Guanandizão (Foto: Paulo Francis/Arquivo)

 

Campo Grande anunciará na próxima quarta-feira (24) o calendário esportivo de 2021. De imediato, já se sabe que a cidade não receberá mais a Liga das Nações de Vôlei Masculino, que estava prevista para ocorrer no meio do ano.

A Federação Internacional da modalidade confirmou que a competição será no formato “bolha”, com todas as equipes participantes no mesmo local isolado por causa da pandemia da covid-19, semelhante ao que ocorreu no basquete norte-americano em 2020.

O diretor-presidente da Funesp (Fundação Municipal de Esportes), Rodrigo Terra, confirmou que Campo Grande não brigará para sediar o evento neste ano. “Não teremos. Estamos trabalhando com outras possibilidades”, diz ele.

A Capital receberia o torneio no ano passado, mas a competição foi cancelada por causa da pandemia. Como prêmio de consolação, recebeu os jogos da Supercopa de Vôlei masculino e feminino para reinaugurar o ginásio Guanandizão. Campo Grande foi procurada com prioridade para receber a edição deste ano, mas desta vez a Federação Internacional decidiu mudar o formato por segurança aos atletas.

Ainda assim, Terra acredita que a cidade estará novamente na lista prioritária da federação. “Acredito que vão convidar Campo Grande em primeiro lugar. Firmamos por dois anos seguidos, não foi falta de compromisso nosso. E antecipo, a nossa vontade é realizar o evento”, completa.

 

Atleta se prepara durante prova de lançamento de disco na Capital (Foto: Kísie Ainoã/Arquivo)

 

Calendário – A Funesp lançará na quarta-feira o calendário com 47 ações ao longo do ano. O evento está marcado para a Praça do Projeto Coruja, no Jardim Los Angeles, região sul da Capital.

Entre as disputas estão previstas a Copa Campo Grande de Futebol Amador, Jogos Indígenas e disputas nacionais previstas para a Capital, como o Brasileiro de Karate, de Tênis de Mesa e de Escalada.

“As federações e entidades esportivas aguardam o calendário municipal para se preparar, assim vamos lançar nosso calendário, que segue com orientações para regras de biossegurança em todos os eventos, entre elas a aferição de temperatura e uso do álcool em gel, e ainda assim, teremos algumas adaptações no número de modalidades e limitação na quantidade de pessoas em cada evento”, avalia Terra.

 

Texto original: Campo Grande New

Deixe o seu comentário

Leia Mais

Inscreva-se na nossa Newsletter