Seis filmes sobre bike para curtir nas férias

Janeiro, férias, verão… Tá quente demais para colocar a bike na rua ou a sua galera do pedal simplesmente foi pra praia? Esta pode ser uma boa época para ficar em casa e descansar, mas, claro, sem se afastar daquilo que nos faz bem! Por isso separamos uma pequena lista de bons filmes sobre bikes para você curtir enquanto recarrega as energias e se prepara para o próximo pedal!

Clean spirit

O documentário (em português Espírito Limpo – No coração do Tour) narra a participação da equipe de ciclismo Argos Shimano durante o Tour de France 2013. Pouco tempo antes surgiram grandes escândalos de dopping no esporte e o objetivo desta obra é mostrar ao mundo que os atletas podem ser verdadeiramente competitivos sem o uso de qualquer substância ilícita.

O ponto alto do documentário é apresentar os bastidores do Tour (uma das provas de ciclismo de estrada mais tradicionais do mundo, com mais de 100 edições) e também o nível de dedicação e desgaste dos atletas de elite do esporte. A obra foi lançada em 2015.

Transpatagônia – Pumas não comem ciclistas

Lançado em 2015, o documentário narra a história da grande aventura vivida pelo ciclista Guilherme Cavallari, que pedalou sozinho por toda a extensão da Patagônia. Sim, ele fez mais de 6 mil quilômetros, entre Argentina e Chile, só, na companhia apenas de sua bike. A jornada se estendeu por 6 meses e muitas noites dormindo em acampamentos. A história também rendeu um livro (homônimo ao filme) e tem traços de autobiografia. Bastante interessante e, importante: está no catálogo da Netflix.

Not Bad

Este é para se desligar do mundo e curtir as paisagens exuberantes da obra. É a história de sete atletas que viajam de diferentes continentes para se encontrarem na Nova Zelândia, onde realizam um grande tour de bike que durou 30 dias. Lançado em 2013, o documentário narra a aventura dos pilotos em 29 minutos de boa fotografia, cenas de ação e paisagens de tirar o fôlego.

As Bicicletas de Belleville

Se você não perde uma boa animação, este título é para você. Lançado em 2004, o longa de 1h20 de duração conta a história do Tour de France de uma óptica diferente. Mais do que isto, o filme tem uma construção tão interessante que, mesmo custando apenas 8 milhões de dólares para ser executado, recebeu duas indicações ao Oscar, de Melhor Canção Original e Melhor Animação.

Na trama, o personagem principal (o menino Champion) é um garoto solitário que se alegra ao andar de bike e, por isso, é presenteado por sua avó com um bicicleta nova e o incentivo para participar (e se tornar um campeão) do Tour. Entretanto, no meio do caminho ele é sequestrado e levado para uma megalópole distante, chamada Belleville. Então, a avó e seu cachorro iniciam uma busca para resgatar o garoto e manter vivo seu sonho de participar do Tour de France, uma das mais tradicionais provas de ciclismo de estrada do mundo.

Pantani – The Accidental Death of a Cyclist

O documentário de 2014 narra a história de glórias (e o triste fim) do ciclista italiano Marco Pantani. Considerado um expoente do ciclismo de estrada – especialmente por suas habilidades como escalador, o atleta sagrou-se campeão do Tour de France e do Giro d’Italia, as duas competições mais importantes do esporte no mundo.

Porém, o longa vai além das glamourosas conquistas do italiano. Ele mostra, com detalhes e diversos depoimentos de amigos e familiares, o envolvimento do atleta com drogas – o que inclusive resultou em sua morte, em 2004, decorrente de uma overdose de cocaína. É um documentário profundo e denso.

O Escocês Voador

Mais uma (bela) obra biográfica. Ao longo de 1h43, o filme conta a história do famoso ciclista escocês Graeme Obree, dono de uma loja de bikes que se torna campeão mundial ao pilotar uma bicicleta construída por ele mesmo – ops, acho que dei spoiler do filme. A trama ganha intensidade à medida que mostra os dramas pessoais vividos pelo personagem real, como as advindas de seu transtorno bipolar – o que lhe impede de conseguir patrocínios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *