Como escolher o pneu para trilha de moto

Escolher o melhor pneu é uma dúvida antiga e que paira sobre a mente de todos os motociclistas, sejam os que rodam na estrada, cidade ou off road. E, também, é um assunto que levanta polêmicas porque sempre há aqueles modelos ‘que não duram nada’, que ‘estragam fácil’ ou que ‘não tem grip algum’. Mas será que o motociclista comprou o modelo certo para seu uso?

Por isso separamos algumas dicas que vão lhe ajudar a escolher o melhor pneu para trilha. Basicamente, os modelos off road são divididos em três situações de uso: para solo macio (como lama e areia), chão duro (terra socada e pedras) e intermediários.

Se o uso for em piso macio, como na areia ou lama, opte por modelos com cravos maiores e mais espaçados
Se o uso for em piso macio, como na areia ou lama, opte por modelos com cravos maiores e mais espaçados

 

1 – Pneu para solo duro

Cravos maiores e mais próximos entre si. Esse é o principal fator a ser observado na hora de comprar um pneu que irá rodar em pisos duros, como estradões de terra, pedras ou até mesmo trechos pavimentados.

O porquê está no contato com o solo. Com os cravos maiores, haverá uma área maior de contato com o piso, facilitando a aderência e resistência do pneu. Entretanto, se forem usados na lama, por exemplo, irão ficar lisos rapidamente, pois a terra irá cobrir os sulcos.

2 – Pneu para piso macio

Oposto ao item acima, estes pneus são pensados para rodar em superfícies pouco consistentes, como trechos com muita lama ou areia – no caso de uma trilha ou prova em dunas, por exemplo. Seus cravos são mais finos e espaçados, garantindo tração mesmo em situações adversas.

Com os gomos menores, o pneu irá ‘cravar’ com mais facilidade e profundidade no solo encontrando aderência onde outros modelos só ofereceriam instabilidade. Contudo, se você usá-lo em pisos duros o pneu irá se desgastar rapidamente, quebrará gomos e oferecerá menos tração.

3 – Pneus intermediários

Eis os favoritos dos trilheiros, justamente por apresentar desempenho satisfatório em praticamente todos os cenários. Seus cravos e espaçamento são medianos, oferecendo, justamente, um desenho no meio termo entre os extremos, indicados apenas para uso em solo duro ou macio.

Assim, em alguns pontos os cravos estão mais próximos e noutros mais distantes. Então, à medida em que roda, o pneu mantém aderência com o solo independente de qual seja. Além disso, oferecem boa estabilidade em trechos de mais velocidade, por manterem bom contato com o solo. Contudo, em casos de muita lama, por exemplo, o barro pode cobrir seus cravos.

4 – Regras gerais

Como tudo na vida, para escolher o melhor pneu off road para sua moto é preciso ter objetivo, saber quais usos ele terá. Depois, fique atento às medidas dos aros (de 17″, 18″ e 19″ atrás e 21″ na frente) e altura do pneu. Quanto mais baixo for o pneu, mais estabilidade ele terá, e à medida que é mais alto, protegerá melhor o aro, reduzindo a chance de furos.

Também esteja atento à calibragem – que deve ser sempre conferida com os pneus frios. Para terrenos duros e firmes, adote cerca de 14 libras e a aumente em caso de trechos de muita velocidade ou pedras. Já para pisos macios ou lamacentos, reduza um pouco, como para 11 lbs. Lembrando que os números variam de acordo com o porte do piloto e da moto, claro.

Agora chama os amigos e bora pra trilha!
Agora chama os amigos e bora pra trilha!

5 – Conte com a Agenda Off Road

Já comprou os pneus e chamou os amigos? Então agora é hora de encontrar a melhor trilha que, claro, estará no cronograma da Agenda Off Road, o maior portal de eventos off road do Brasil! Confira os eventos cadastrados aqui. Já no blog você confere dicas de pilotagem, equipamentos e curiosidades. Acompanhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *